domingo, 18 de outubro de 2009

FILMES ASSISTIDOS PELO PROEJA ERICO NONNENMACHER / 2009

VEM DANÇAR

TREINO PARA VIDA

MENINO DO PIJAMA LISTRADO

HAPPY FEET

GOL

GAROTAS FORMOSAS

ESCRITORES DA LIBERDADE

DESAFIANDO GIGANTES

AUSTRÁLIA

PROJETO TERCEIRO / 2009


Governo do Município de Criciúma
Poder Executivo
Secretaria do Sistema de Educação
Programa de Educação de Jovens e Adultos - PROEJA
Núcleo Érico Nonnenmacher


PROJETO: ESPAÇO DA LEITURA: MUITO PRAZER!


INTRODUÇÃO

O Núcleo Programa de Educação de Jovens e Adultos Erico Nonnenmacher, nas Totalidades (T3 e T4), do município de Criciúma, acredita que o hábito da leitura pode ser adquirido em qualquer época da vida do estudante. Nossos alunos, jovens e adultos, em sua maioria trabalhadores, não tiveram uma formação ou preparação para essa habilidade tão imprescindível em suas vidas. Os livros são seus aliados nessa luta pelo desenvolvimento, crescimento. A leitura é indispensável para o conhecimento das várias formas de expressão, enriquecimento de vocabulários e também diversão.


JUSTIFICATIVA
Esse projeto foi idealizado tendo em vista a necessidade de incentivar o aluno (jovem e adulto) a adquirir o hábito de leitura, uma vez que a maioria se encontra com dificuldade de concentração, raciocínio lógico, exposição do pensamento, tanto na escrita quanto na exposição oral. Muitos alegam que a ausência desse hábito está relacionado ao custo do livro e para desmistificar essa idéia oferecendo um espaço para leitura uma vez por semana, todos, da comunidade PROEJA Erico Nonnenmacher estarão lendo em horário determinado semanalmente. Esta proposta é para repensar a prática da leitura. Vamos também num primeiro momento pedir que tragam o material de leitura de casa e que troque com os envolvidos no projeto, sendo uma forma de facilitar o acesso a leitura.


OBJETIVOS
*Oferecer o espaço para leitura dissociada da obrigação;
*Minimizar os danos sofridos pela ausência desse hábito ao longo da vida;
*Incentivar a aquisição do hábito de leitura;
*Reconhecer a leitura como fonte de informação, de prazer e de conhecimento;
*Refletir as práticas de leitura no contexto escolar;
*Possibilitar vivências de leitura diversificadas;
*Promover o acesso ao livro como um bem cultural, direito de todo cidadão;
*Promover a discussão acerca da leitura na sala de aula.


METODOLOGIA

As etapas do trabalho consistem em:
*Trabalhar a leitura de: livros, gibis, revistas, jornais, cartazes, filmes, teatros, poesias, parlendas, provérbios, emoticons, expressões humanas, posturas, imagens, gráficos, músicas, bulas, mapas, símbolos...
*Sensibilização de todos docentes para a importância desse projeto;
*Organizar Rodas de Conversa para discutir o material lido;
*Produzir gráficos sobre o material de leitura mais lido durante o projeto;
*Arrecadar livros para montar o acervo do núcleo;
*Criar cartazes com sugestões, para leitura, de títulos de livros, revistas, jornais, gibis;
*Culminância - Expor os materiais mais lidos na I Noite Cultural.



A ESCOLHA DO LIVRO E/OU MATERIAL DE LEITURA

O aluno terá liberdade de escolher o livro a ser lido. Serão apresentados vários títulos e seus autores como sugestões, mas nada impede que o aluno busque outros.


CRONOGRAMA:

*Meses de maio a novembro de 2009: divulgação e incentivo aos alunos para participarem do projeto.
*Calendário do Projeto “Espaço de Leitura – Muito Prazer!” – Maio a Novembro: 01 vez por semana.
*Dia 30 de Outubro – Exposição de material leitura na I Noite Cultural PROEJAEN.


Avaliação:

*Envolvimento e participação do aluno no projeto durante todo processo.


Referências Bibliográficas

BAKHTIN, M. Estética de Criação Verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
BAKHTIN, M. (VOLOCHINOV) Marxismo e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Hucitec, 2004.
BRONCKART, J. P. Atividade de Linguagem, textos e discursos. São Paulo: Educ, 2003.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. 33ª ed. São Paulo: Paz e Terra S/A, 2006.
_______. Pedagogia do Oprimido. 41ª ed. São Paulo: Paz e Terra S/A, 2005.
KLEIMAN, Ângela. TEXTO E LEITOR: Aspectos Cognitivos da Leitura, 2ª ed. Campinas, SP: Pontes, 1992.
SOARES, Leôncio. A formação do educador de jovens e adultos. In: SOARES(org.) Aprendendo com a diferença: estudos e pesquisas em
educação de jovens e adultos, Belo Horizonte: Autêntica, 2005.
SOARES, Leôncio. Do direito à educação e à formação do educador de jovens e adultos. In SOARES, GIOVANETTI E GOMES (orgs.) Diálogos na Educação de Jovens e Adultos. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.
SOARES, Magda. Letramento e Alfabetização: as muitas facetas. Revista Brasileira de Educação, 2003.
SOARES, Magda. Alfabetização e Letramento. São Paulo: Contexto, 2002.
SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 1988.
VYGOTSKY, L. S. A construção do Pensamento e da Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
_____________. A Formação Social da Mente. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇAO DE CRICIÚMA. Proposta Curricular da Rede Municipal de Criciúma: currículo para diversidade: sentidos e práticas. 2008.

TEXTOS INFORMATIVOS DA INTERNET.

PROJETO SEGUNDO / 2009


Governo do Município de Criciúma
Poder Executivo
Secretaria de Educação
Programa de Educação de jovens e Adultos - PROEJA
Núcleo E. M. E. F. Erico Nonnenmacher

MINI-PROJETO ÁGUA

TÍTULO: “Água – o líquido mais que precioso”
TEMA: Este projeto visa a conscientização à cultura de conservação da água, mostrando suas múltiplas formas de uso, os ciclos da mesma, sua importância para a vida e para a história dos povos.
PERÍODO: uma semana (23 a 27/03/2009).
PÚBLICO ALVO: Alunos do Programa de Educação de Jovens e Adultos – PROEJAS, das Totalidades T3 e T4, do Núcleo da E.M.E.F. Erico Nonnenmacher.
JUSTIFICATIVA:

Por ser um líquido indispensável à vida, existir em abundância, mas não estar totalmente disponível para o consumo em todas as partes do mundo, as pessoas devem se conscientizar sobre a importância da proteção e do gerenciamento da água doce. A Organização das Nações Unidas (ONU) desde 2003, com o Ano Internacional da Água Doce, declarou que a água deverá ser tratada como um bem social e cultural, e não como uma mercadoria. Por isso, a água potável foi declarada pelo Comitê das Nações Unidas para os Direitos Econômicos, Culturais e Sociais como um direitos humano. O trabalho com o tema “Água – o líquido precioso” que se propõe aqui, deverá apresentar para aos alunos uma visão ampla que envolve inúmeros problemas que o mundo atual vem enfrentando com relação à falta de água. O projeto deve ser desenvolvido visando proporcionar aos alunos uma grande diversidade de experiências, com participação ativa, para que possam ampliar a consciência sobre as questões relativas à água no meio ambiente, e assumir de forma independente e autônoma atitudes e valores voltados à sua proteção e conservação. Através das experiências já vividas pelos alunos no seu âmbito familiar, a principal função desse projeto é de contribuir para a formação de cidadãos conscientes, aptos para decidirem e atuarem diante da realidade em que o mundo vem enfrentando com a poluição e a escassez de água. Para isso, é necessário que mais do que informações e conceitos, mas atitudes e formação de valores, que serão apreendidos na prática do dia-a-dia, no meio social


OBJETIVO GERAL:
- Desenvolver o pensamento crítico a respeito da importância da água.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
- Mudar a postura em relação ao desperdício da água;
- Ampliar o conhecimento científico sobre a água;
- Perceber as interferências negativas e positivas que o homem pode fazer na natureza, a partir da realidade social;
- Adotar, por meio de atitudes cotidianas, medidas de valorização da água, a partir de uma postura crítica;
- Levar os alunos a entenderem que o equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos;
- Conscientizar que a água não deve ser desperdiçada e nem poluída.
O professor deverá elaborar os conteúdos específicos de acordo com seus interesses e de seus alunos, com conceituais, procedimentais e atitudinais.

ETAPAS PREVISTAS:
1ª Etapa: conversar com os alunos sobre a importância da água para o nosso organismo e o meio em que vivemos. O professor poderá contar alguma história associada ao tema;
2ª Etapa: pesquisa em sala de aula sobre o tema, de materiais levados pelos alunos e professores, pesquisados, e análise dos mesmos;
3ª Etapa: trabalhar com a música “Planeta Água”, de Guilherme Arantes, onde os alunos irão elaborar cartazes em grupo retratando o que entenderam da mesma;
4ª Etapa: trabalhar com experiências concretas, mostrando a importância da água para nossa vida.

CROGRAMA DE ATIVIDADES:
DATA ATIVIDADES
23/03/09
Abertura Apresentação em Power Point – Água
Ministrante: Prof. Diretora: Maria Aparecida
23/03/09
a
26/03/09 Atividades planejadas pelos professores em suas respectivas disciplinas:
*Arte – Água na arte – Prof. Alenir
*Ciências – Desperdício de água – Prof. Maria Albertina
*Matemática – gráficos – Prof. Maria Albertina
*História – Água através da história – Maria das Dores
*Geografia – Distribuição da água no planeta – Maria das Dores
*Inglês: música – Prof. Jucelma
*Língua Portuguesa – Declaração Universal da Água – Prof. Haidée
*Educação Física – A água no esporte – Prof. Adenilson
27/03/09
Encerramento Filme: “O Dia Depois de Amanhã” (The Day After Tomorrow)

Uma interrupção climatológica de proporções inconcebíveis destrói o mundo, enviando milhões de sobreviventes apavorados para o sul. Indo na outra direção, contudo, está o professor Adrian Hall, um brilhante paleoclimatologista, cujo filho Sam ainda pode estar vivo em Nova York, agora uma cidade devastada e congelada
RECURSOS DIDATICOS:
São todos os materiais, atividades e soluções utilizadas durante a realização do projeto, como revistas, jornais, livros, com pessoas da família e da sociedade, cola, tesoura, gravuras xerocadas, etc.

AVALIAÇÃO:

Deverá ser feita de forma contínua. O professor deverá avaliar também a participação e o envolvimento de cada aluno, de forma individual, bem como avaliar o desenvolvimento de seu trabalho de forma crítica e construtiva.


CONCLUSÃO:

Espera-se que ao término do projeto os alunos estejam conscientes da importância da água tanto para a vida animal como para a vegetal, que saibam utilizá-la sem desperdício e sem poluí-la, levando para seu meio social todos esses aprendizados.


BIBLIOGRAFIA:

- SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇAO DE CRICIÚMA. Proposta Curricular da Rede Municipal de Criciúma: currículo para diversidade: sentidos e práticas. 2008.

- PROCHNOW, Orlando e PROCHNOW, Alvacir Riscarolli. Agualito e o mundo das água. Alvart. São José:2008.

- Textos Informativos da Internet.

PROJETO PRIMEIRO / 2009


Governo do Município de Criciúma
Poder Executivo
Secretaria do Sistema de Educação
Programa de Educação de Jovens e Adultos - PROEJA
Núcleo Érico Nonnenmacher


PROJETO EQUILIBRIO

TÍTULO: “Vivendo valore na Educação de Jovens e Adultos”.
TEMA: Este projeto visa observar o Princípio do Equilíbrio no PROEJA (professores/as, alunos/as e coordenacão ) aplicando dentro dos conteúdo situações, que muitas vezes resulta do cultivo e prática de certos valores, como cooperação, perdão e até hábitos perceptivos.
PERÍODO: Abril a Julho de 2009.
PÚBLICO ALVO: Alunos/as, professores/as e coordenação do Programa de Educação de Jovens e Adultos – PROEJA, das Totalidades T3 e T4, do Núcleo da E.M.E.F. Erico Nonnenmacher, situado no bairro Pinheirinho, município de Criciúma.
COORDENADORA: Anita Aparecida Martins
EQUIPE DOCENTE: Adenilson
Demerva Haidée
Jucelma
Monica
Raquel
JUSTIFICATIVA:
Em todos os locais da sociedade a violência vem preocupando as famílias e a escola, sendo esta conseqüência dos problemas sociais, falta de respeito mútuo em todo mundo. Conforme relato da UNESCO, “Ao confrontar-se com os muitos desafios que o futuro reserva, a humanidade vê na educação um auxiliar indispensável em sua tentativa de atingir os ideais de paz, liberdade e justiça social. (...) A Comissão afirma sua crença de que a educação tem um papel fundamental a desempenhar no desenvolvimento pessoal e social. A Comissão não vê a educação como uma cura milagrosa ou uma fórmula mágica abrindo portas par um mundo na qual ideais serão atingidos, mas como um dos principais meios disponíveis para promover uma forma mais profunda e mais harmoniosa de desenvolvimento humano e assim reduzir a pobreza, a discriminação, a ignorância, a opressão e a guerra”. O Núcleo PROEJA Erico Nonnenmacher, preocupado com perspectiva de seus/as alunos e que os encaminha para a violência que a estão sujeito. Para tanto partimos do principio de que o espaço da escola deve ser utilizado de todas as formas em todos os momentos para a construção de cidadãos conscientes de seus deveres e direitos, dessa forma o presente projeto justifica a necessidade urgente de atrair adolescentes para o espaço escolar retirando-os da ociosidade e oferecer meios que venha contribuir para a sua formação social e educativa. Segundo Bakhtin, na relação entre autor e herói (o outro é necessário para que eu me constitua). O eu só pode ser constituído graças à existência do outro, ou seja, o sujeito só pode ser determinado porque o outro o enxerga, uma vez que é incompleto. “O eu existe a partir do diálogo com os outros eus; necessita da colaboração de outros para poder definir-se e ser ‘autor’ de si mesmo.’’ É na coletividade da sociedade que tomamos consciência. O trabalho de demonstração de Bakhtin compreende dois planos da pessoa humana. O primeiro, espacial, é o do corpo: “ora, meu corpo só se torna um todo se é visto de fora, ou num espelho (ao passo que vejo, sem menor problema, o corpo dos outros como um todo acabado)” (p.14). O segundo é temporal, e relaciona-se à 'alma': apenas meu nascimento e minha morte me constituem em um todo; ora, por definição, minha consciência não pode conhecê-los por dentro. Logo, o outro é ao mesmo tempo constitutivo do ser e fundamentalmente assimétrico em relação a ele: a pluralidade dos homens encontra seu sentido não numa multiplicação quantitativa dos 'eu', mas naquilo em que cada um é o complemento necessário do outro (p.14-5).
Foi percebendo que a maioria dos alunos do Núcleo PROEJA Erico Nonnenmacher não tem consciência de sua autoimagem, foi que resolvemos trabalhar com o tema “Equilíbrio – minha imagem diante do espelho”. Será que você se reconhece na imagem do espelho que está vendo? Após grande hesitação, reconhecemos: trata-se de nós mesmos! Trata-se de um “nós” refletido em uma imagem que desconhecíamos ou, talvez, insistíamos em não reconhecer. Somos incrivelmente hábeis para fugir de nós mesmos e tremendamente covardes para nos buscar por trás das aparências. Para que meu “outro”seja compreendido e aceito é necessário que este trabalho trabalhe valores, pois só através dos mesmos conseguiremos compreender a “NÓS”mesmos. Os valores que serão trabalhados neste projeto são: paz, respeito, amor, tolerância, responsabilidade, cooperação, honestidade, liberdade, união. Estes valores deverão ser trabalhados interdisciplinarmente.

OBJETIVO GERAL:
*Ajudar os alunos/as, professores/as e coordenação a refletirem sobre os diferentes valores e suas implicações práticas, como expressá-los em relação a si mesmo, aos outros, à comunidade e ao mundo em geral;

OBJETIVO ESPECÍFICOS:
*Aprofundar entendimento, motivação e responsabilidade com relação a fazer escolhas pessoais e sociais positivas;
*Selecionar os valores que serão necessários para seu convívio pessoal, social, moral e espiritual.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

UMA NOITE DIFERENTE


ATIVIDADES DEFINIDAS NA ÚLTIMA REUNIÃO PEDAGÓGICA
(15/05/2009)

Dia 10/06 (Qarta - feira) – “Noite da Integração “• Objetivo: fazer uma atividade diferente para que melhore sua interação no dia-a-dia escolar.
• Abertura: Prof. Jucelma
• Oficinas de:
- Arte
- Dança
- Resgate de brincadeiras:
* Balão com água
* Dança da cadeira
* Cabo de guerra (com as meninas)
* Corrida do Varal
* Corrida do ovo
- Toda equipe deverá criar seu grito de guerra.
- As equipes serão separadas por cor.
• Ao término das atividades – oferecer cachorro-quente aos alunos.
• Pedir a Secretaria de Educação:
- 100 pães
- salsicha
- suco
• Selecionar algumas músicas para o dia.
• Materiais para realizar as atividades: balão, TNT, corda, cordão, gancho de roupa, ovo (cozido), colher, CDs com músicas (ecléticas), folha de papel ofício, lápis preto...
• Professores envolvidos na atividade:
Os professores de Quarta-feira – Adenilson, Mônica, Jucelma e Raquel.

Coord. Anita A. Martins

segunda-feira, 11 de maio de 2009

BOA NOITE!!! PROEJA NÚCLEO ERICO NONNENMACHER

CRONOGRAMA ANUAL “ESPAÇO DE LEITURA”


MAIO
04 – Segunda-feira
12 – Terça-feira
20 – Quarta-feira
28 – Quinta-feira

JUNHO
01 – Segunda-feira
09 – Terça-feira
17 – Quarta-feira
25 – Quinta-feira
29 – Segunda-feira

JULHO
07 – Terça-feira
15 – Quarta-feira
23 – Quinta-feira

AGOSTO
03 – Segunda-feira
13 – Quinta-feira
18 – Terça-feira
26 – Quarta-feira

SETEMBRO
03 – Quinta-feira
14 – Segunda-feira
22 – Terça-feira
30 – Quarta-feira

OUTUBRO
01 – Quinta-feira
13 – Terça-feira
19 – Segunda-feira
28 – Quarta-feira

NOVEMBRO
05 – Quinta-feira
09 – Segunda-feira
17 – Terça-feira
25 – Quarta-feira

CRONOGRAMA: ATIVIDADES À DISTÂNCIA


PRIMEIRO TRIMESTRE:
*16/04/09 – LÍNGUA PORTUGUESA E CIÊNCIA
*21/05/09 – EDUCAÇÃO FÍSICA E ARTE

SEGUNDO TRIMESTRE
*18/06/09 – INGLÊS E GEOGRAFIA
*20/08/09 – MATEMÁTICA E HISTÓRIA

TERCEIRO TRIMESTRE
*17/09/09 – INTERDISCIPLINAR (Todos os professores)
*19/11/09 – INTERDISCIPLINAR (Todos os professores)

CRONOGRAMA DE EVENTOS DO PROEJA ERICO NONNENMACHER / 2009


*09/04 – Confraternização de Páscoa
*29/04 – Palestra DST’s e Drogas – Ministrante: Liziane
*06/05 – Homenagem às Mães – Atividade da escola Erico Nonnenmacher
*16/05 – Festa Tropical (Sábado). Atividade da escola Erico Nonnenmacher
*24/07 – Festa Julina (Interna)
*11 e 12 – Gincana PROEJAEN
*30/10 – I Noite Cultural do Núcleo Erico Nonnenmacher

Obs.: Sujeito a alterações.

Criciúma, abril de 2009.

QUE VENHA O SUCESSO!!!

EQUIPE PROEJA - SECRETARIA DA EDUCAÇÃO


Cenilda Alexandre Coelho Pereira
Zaíra Zanella Dias

EQUIPE PROEJA NÚCLEO ERICO NONNENMACHER


Prof. Adenilson Monteiro - Educação Física
Prof. Anita Aparecida Martins - Coordenadora
Prof. Demerva Haidée Dias Moreira - Língua Portuguesa
Prof. Jucelma Cipriano Cardoso - Língua Portuguesa e Língua Inglesa
Prof. Maria Albertina Guizzo - Ciências e Matemática
Prof. Mônica Alves da Silva Rodrigues - Arte
Prof. Raquel Sebastião Otacilio - História e Geografia

PROJETO ÁGUA


Governo do Município de Criciúma
Poder Executivo
Secretaria de Educação
Programa de Educação de jovens e Adultos - PROEJA
Núcleo E. M. E. F. Erico Nonnenmacher

MINI-PROJETO ÁGUA

TÍTULO: “Água – o líquido precioso”
TEMA: Este projeto visa a conscientização à cultura de conservação da água, mostrando suas múltiplas formas de uso, os ciclos da mesma, sua importância para a vida e para a história dos povos.
PERÍODO: uma semana (23 a 27/03/2009).
PÚBLICO ALVO: Alunos do Programa de Educação de Jovens e Adultos – PROEJAS, das Totalidades T3 e T4, do Núcleo da E.M.E.F. Erico Nonnenmacher.
JUSTIFICATIVA:

Por ser um líquido indispensável à vida, existir em abundância, mas não estar totalmente disponível para o consumo em todas as partes do mundo, as pessoas devem se conscientizar sobre a importância da proteção e do gerenciamento da água doce. A Organização das Nações Unidas (ONU) desde 2003, com o Ano Internacional da Água Doce, declarou que a água deverá ser tratada como um bem social e cultural, e não como uma mercadoria. Por isso, a água potável foi declarada pelo Comitê das Nações Unidas para os Direitos Econômicos, Culturais e Sociais como um direitos humano. O trabalho com o tema “Água – o líquido precioso” que se propõe aqui, deverá apresentar para aos alunos uma visão ampla que envolve inúmeros problemas que o mundo atual vem enfrentando com relação à falta de água. O projeto deve ser desenvolvido visando proporcionar aos alunos uma grande diversidade de experiências, com participação ativa, para que possam ampliar a consciência sobre as questões relativas à água no meio ambiente, e assumir de forma independente e autônoma atitudes e valores voltados à sua proteção e conservação. Através das experiências já vividas pelos alunos no seu âmbito familiar, a principal função desse projeto é de contribuir para a formação de cidadãos conscientes, aptos para decidirem e atuarem diante da realidade em que o mundo vem enfrentando com a poluição e a escassez de água. Para isso, é necessário que mais do que informações e conceitos, mas atitudes e formação de valores, que serão apreendidos na prática do dia-a-dia, no meio social


OBJETIVO GERAL:
- Desenvolver o pensamento crítico a respeito da importância da água.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
- Mudar a postura em relação ao desperdício da água;
- Ampliar o conhecimento científico sobre a água;
- Perceber as interferências negativas e positivas que o homem pode fazer na natureza, a partir da realidade social;
- Adotar, por meio de atitudes cotidianas, medidas de valorização da água, a partir de uma postura crítica;
- Levar os alunos a entenderem que o equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos;
- Conscientizar que a água não deve ser desperdiçada e nem poluída.
O professor deverá elaborar os conteúdos específicos de acordo com seus interesses e de seus alunos, com conceituais, procedimentais e atitudinais.

ETAPAS PREVISTAS:
1ª Etapa: conversar com os alunos sobre a importância da água para o nosso organismo e o meio em que vivemos. O professor poderá contar alguma história associada ao tema;
2ª Etapa: pesquisa em sala de aula sobre o tema, de materiais levados pelos alunos e professores, pesquisados, e análise dos mesmos;
3ª Etapa: trabalhar com a música “Planeta Água”, de Guilherme Arantes, onde os alunos irão elaborar cartazes em grupo retratando o que entenderam da mesma;
4ª Etapa: trabalhar com experiências concretas, mostrando a importância da água para nossa vida.

CROGRAMA DE ATIVIDADES:
DATA ATIVIDADES
23/03/09
Abertura Apresentação em Power Point – Água
Ministrante: Prof. Diretora: Maria Aparecida
23/03/09
a
26/03/09 Atividades planejadas pelos professores em suas respectivas disciplinas:
*Arte – Água na arte – Prof. Alenir
*Ciências – Desperdício de água – Prof. Maria Albertina
*Matemática – gráficos – Prof. Maria Albertina
*História – Água através da história – Maria das Dores
*Geografia – Distribuição da água no planeta – Maria das Dores
*Inglês: música – Prof. Jucelma
*Língua Portuguesa – Declaração Universal da Água – Prof. Haidée
*Educação Física – A água no esporte – Prof. Adenilson
27/03/09
Encerramento Filme: “O Dia Depois de Amanhã” (The Day After Tomorrow)

Uma interrupção climatológica de proporções inconcebíveis destrói o mundo, enviando milhões de sobreviventes apavorados para o sul. Indo na outra direção, contudo, está o professor Adrian Hall, um brilhante paleoclimatologista, cujo filho Sam ainda pode estar vivo em Nova York, agora uma cidade devastada e congelada
RECURSOS DIDATICOS:
São todos os materiais, atividades e soluções utilizadas durante a realização do projeto, como revistas, jornais, livros, com pessoas da família e da sociedade, cola, tesoura, gravuras xerocadas, etc.

AVALIAÇÃO:

Deverá ser feita de forma contínua. O professor deverá avaliar também a participação e o envolvimento de cada aluno, de forma individual, bem como avaliar o desenvolvimento de seu trabalho de forma crítica e construtiva.


CONCLUSÃO:

Espera-se que ao término do projeto os alunos estejam conscientes da importância da água tanto para a vida animal como para a vegetal, que saibam utilizá-la sem desperdício e sem poluí-la, levando para seu meio social todos esses aprendizados.


BIBLIOGRAFIA:

- SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇAO DE CRICIÚMA. Proposta Curricular da Rede Municipal de Criciúma: currículo para diversidade: sentidos e práticas. 2008.

- PROCHNOW, Orlando e PROCHNOW, Alvacir Riscarolli. Agualito e o mundo das água. Alvart. São José:2008.

- Textos Informativos da Internet.

PROJETO DE LEITURA

Governo do Município de Criciúma
Poder Executivo
Secretaria do Sistema de Educação
Programa de Educação de Jovens e Adultos - PROEJA
Núcleo Érico Nonnenmacher


PROJETO: ESPAÇO DA LEITURA: MUITO PRAZER!


INTRODUÇÃO

O Núcleo Programa de Educação de Jovens e Adultos Erico Nonnenmacher, nas Totalidades (T3 e T4), do município de Criciúma, acredita que o hábito da leitura pode ser adquirido em qualquer época da vida do estudante. Nossos alunos, jovens e adultos, em sua maioria trabalhadores, não tiveram uma formação ou preparação para essa habilidade tão imprescindível em suas vidas. Os livros são seus aliados nessa luta pelo desenvolvimento, crescimento. A leitura é indispensável para o conhecimento das várias formas de expressão, enriquecimento de vocabulários e também diversão.


JUSTIFICATIVA
Esse projeto foi idealizado tendo em vista a necessidade de incentivar o aluno (jovem e adulto) a adquirir o hábito de leitura, uma vez que a maioria se encontra com dificuldade de concentração, raciocínio lógico, exposição do pensamento, tanto na escrita quanto na exposição oral. Muitos alegam que a ausência desse hábito está relacionado ao custo do livro e para desmistificar essa idéia oferecendo um espaço para leitura uma vez por semana, todos, da comunidade PROEJA Erico Nonnenmacher estarão lendo em horário determinado semanalmente. Esta proposta é para repensar a prática da leitura. Vamos também num primeiro momento pedir que tragam o material de leitura de casa e que troque com os envolvidos no projeto, sendo uma forma de facilitar o acesso a leitura.


OBJETIVOS
*Oferecer o espaço para leitura dissociada da obrigação;
*Minimizar os danos sofridos pela ausência desse hábito ao longo da vida;
*Incentivar a aquisição do hábito de leitura;
*Reconhecer a leitura como fonte de informação, de prazer e de conhecimento;
*Refletir as práticas de leitura no contexto escolar;
*Possibilitar vivências de leitura diversificadas;
*Promover o acesso ao livro como um bem cultural, direito de todo cidadão;
*Promover a discussão acerca da leitura na sala de aula.


METODOLOGIA

As etapas do trabalho consistem em:
*Trabalhar a leitura de: livros, gibis, revistas, jornais, cartazes, filmes, teatros, poesias, parlendas, provérbios, emoticons, expressões humanas, posturas, imagens, gráficos, músicas, bulas, mapas, símbolos...
*Sensibilização de todos docentes para a importância desse projeto;
*Organizar Rodas de Conversa para discutir o material lido;
*Produzir gráficos sobre o material de leitura mais lido durante o projeto;
*Arrecadar livros para montar o acervo do núcleo;
*Criar cartazes com sugestões, para leitura, de títulos de livros, revistas, jornais, gibis;
*Culminância - Expor os materiais mais lidos na I Noite Cultural.



A ESCOLHA DO LIVRO E/OU MATERIAL DE LEITURA

O aluno terá liberdade de escolher o livro a ser lido. Serão apresentados vários títulos e seus autores como sugestões, mas nada impede que o aluno busque outros.


CRONOGRAMA:

*Meses de maio a novembro de 2009: divulgação e incentivo aos alunos para participarem do projeto.
*Calendário do Projeto “Espaço de Leitura – Muito Prazer!” – Maio a Novembro: 01 vez por semana.
*Dia 30 de Outubro – Exposição de material leitura na I Noite Cultural PROEJAEN.


Avaliação:

*Envolvimento e participação do aluno no projeto durante todo processo.


Referências Bibliográficas

BAKHTIN, M. Estética de Criação Verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
BAKHTIN, M. (VOLOCHINOV) Marxismo e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Hucitec, 2004.
BRONCKART, J. P. Atividade de Linguagem, textos e discursos. São Paulo: Educ, 2003.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. 33ª ed. São Paulo: Paz e Terra S/A, 2006.
_______. Pedagogia do Oprimido. 41ª ed. São Paulo: Paz e Terra S/A, 2005.
KLEIMAN, Ângela. TEXTO E LEITOR: Aspectos Cognitivos da Leitura, 2ª ed. Campinas, SP: Pontes, 1992.
SOARES, Leôncio. A formação do educador de jovens e adultos. In: SOARES(org.) Aprendendo com a diferença: estudos e pesquisas em
educação de jovens e adultos, Belo Horizonte: Autêntica, 2005.
SOARES, Leôncio. Do direito à educação e à formação do educador de jovens e adultos. In SOARES, GIOVANETTI E GOMES (orgs.) Diálogos na Educação de Jovens e Adultos. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.
SOARES, Magda. Letramento e Alfabetização: as muitas facetas. Revista Brasileira de Educação, 2003.
SOARES, Magda. Alfabetização e Letramento. São Paulo: Contexto, 2002.
SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 1988.
VYGOTSKY, L. S. A construção do Pensamento e da Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
_____________. A Formação Social da Mente. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇAO DE CRICIÚMA. Proposta Curricular da Rede Municipal de Criciúma: currículo para diversidade: sentidos e práticas. 2008.

TEXTOS INFORMATIVOS DA INTERNET.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

SUGESTÃO DE ATIVIDADES ALFABETIZANDO LETRANDO


1- Projeto: Aquecimento Global x Lixo
- Caixas de leite
- Verificar a data de fabricação e vencimento;
- Analisar os ingredientes que contem na mesma;
- Formar novas palavras com as letras existente na caixa;
- Construção de acróstico;
- Analisar as proteínas que o leite fornece.

Professor Samuel

2- Projeto: Bulas de Remédio
- Bulas de remédio utilizadas pelos alunos;
- Fazer leitura;
- Separar em ordem alfabética;
- Explicar os conceitos de: posologia, contra – indicação, reações adversas e outros, data de validade;
- Trabalhar matemática (medidas);
- Xerocar e ampliando (questionar o tamanho da letra/ cópias);
- Distribuir a todos;
- Reelaborar uma bula para cada remédio com ima linguagem mais simples;
- Questionar horários para tomar (8/8 horas - 12/12 horas)

Professora Vanderléia.


3- Projeto: Qualidade de Vida
- Plantas medicinais;
- Cada aluno trará uma planta medicinal;
- Cada um falará dos benefícios da mesma ( oralidade );
- Escrever no quadro o nome da planta e de seus benefícios;
- A repercussão é bem positiva, provocando a comunicação e troca de conhecimentos;
- Para terminar faremos leitura do que foi registrado.

Prof. Marília P. Souza


4- Projeto: A Construção do Povo Brasileiro
- Passar o texto como se deu a origem do povo brasileiro. Nesse texto tem que conter toda história, inclusive que nosso povo se formou, por vários povos vindo de vários lugares, demonstrando a mistura de raças;
- Verificar a miscigenação existente na sala de aula;
- Recorte de jornais e revista na representação do povo brasileiro;
- Delimitar o mapa do Brasil num cartaz e colar as fotos que representa cada raça que constitui o povo brasileiro.


Prof. Viviane


5- Projeto: Higiene e Saúde
- Conversar sobre o benefícios adquirido com uma boa higiene e boa alimentação;
- Textos;
- Músicas;
- Rótulos;
- Vídeos;
- Pesquisar sobre a saúde do bairro;
- Comparar o ontem e o hoje dos hábitos de higiene e alimentação;
- Pesquisa de remédios caseiros;
- Palestra;
- Dramatização.


Professora Márcia


6- Projeto: Alfabeto Das profissões
- Papel pardo;
- Pincel Atômico;
- Escrever as letras do alfabeto;
- Ex: Administrador
Balconista
Carteiro
Doméstica
- Fazer com que os alunos reflitam sobre as profissões das quais eles trabalham.

Professora Sandra

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

PROJETO DOIS - E.E.B. IGNÁCIO STAKOWSKI (Içara)


E.E.B. IGNÁCIO STAKOWSKI (Içara)

Prof. Ivone Geremias Luciano

Turmas: T1 e T2

PROJETO DOIS

TEMA: O luxo do lixo.

JUSTIFICATIVA:
Analisando a situação do planeta Terra hoje se vê necessário agir de alguma forma para pelo menos amenizar a constante destruição que o próprio homem vem causando ao Meio Ambiente por conta da vida moderna.
A Proliferação das indústrias, os processos de urbanização e a utilização desenfreada dos recursos naturais vêm causando grandes problemas para a sobrevivência humana.
Sendo assim vemos que muitas vezes simples atos são necessários para a melhoria do meio ambiente.
A reciclagem além de ser um ato simples ameniza a situação do lixo e gera maiores possibilidades de empregabilidade além da preservação dos recursos naturais. A cada uma tonelada de papel reciclado pode se poupar 22 árvores. Cada pessoa consome 2 árvores por ano em papéis (para escrever, guardanapos, embrulhos, etc.). Uma pessoa gera 10 vezes seu próprio peso em lixo doméstico por ano. No Brasil são produzidas 250.000 toneladas de lixo S
A questão do lixo é um caso muito sério pois será uma herança que ficará por muitos anos para nossos filhos e familiares.

OBJETIVO:
Conscientizar os alunos sobre a importância da reciclagem, a melhoria de vida, a limpeza da cidade e até mesmo a possibilidade de se ganhar dinheiro com materiais que possam virar arte.

ATIVIDADES:
1. Cartaz sobre o tempo de decomposição dos materiais.
2. Separação de materiais.
3. Máscaras confeccionadas com jornais.
4. Embalagens feitas co caixa de leite.
5. Encaminhar lixo reciclável para catadores ou empresas de reciclagem.
6. Reciclagem do papel.

PROJETO UM - E.E.B. IGNÁCIO STAKOWSKI (Içara)


E.E.B. IGNÁCIO STAKOWSKI (Içara)

Prof. Ivone Geremias Luciano

Turmas: T1 e T2

PROJETO UM

TEMA: A Matemática no cotidiano.

JUSTIFICATIVA:
A constatação da sua importância apóia-se no fato de que a Matemática desempenha papel decisivo, pois permite resolver problemas da vida cotidiana, tem muitas aplicações no mundo do trabalho e funciona como instrumento essencial para a construção de conhecimentos em outras áreas curriculares. Do mesmo modo, interfere fortemente na formação de capacidades intelectuais, na estruturação do pensamento e na agilização do raciocínio dedutivo do aluno.

OBJETIVO:
No ensino da Matemática, destacam-se dois aspectos básicos: um consiste em relacionar observações do mundo real com representações (esquemas, tabelas, figuras; outro consiste em relacionar essas representações com princípio e conceitos matemáticos. Nesse processo, a comunicação tem grande importância e deve ser estimulada, levando-se o aluno a “falar”e a “escrever”sobre Matemática, a trabalhar com representações gráficas, desenhos, construções, a aprender como organizar e tratar dados.

ATIVIDADES:
1. Adição e subtração de números naturais.
2. Multiplicação e divisão de números naturais.
3. Operações com medidas mistas.
4. Frações (equivalentes, comparação de frações).
5. Operações de frações.
6. Geometria espacial.
7. Geometria plana.
8. Números decimais. Operações com números decimais.
9. Unidade de comprimento. Mudança de unidade. Operações.
10. Unidade de volume. Mudança de unidade. Operações.
11. Unidade de área. Mudança de unidade. Operações.
12. Unidade de massa. Mudança de unidade. Operações.

PROJETO DOIS - E.M.E.F. GIÁCOMO ZANETTE


E.M.E.F. GIÁCOMO ZANETTE

Prof. Marcia de Souza Sebastião

Turmas: T1 e T2

PROJETO DOIS

TEMA: Meio ambiente.

OBJETIVO:
Conscientizar o aluno sobre a importância do meio ambiente para a vida, compreendendo a natureza como um todo dinâmico, sendo o ser humano parte integrante de transformação do mundo em que vive.

ATIVIDADES:
1. Desenhar o que se entende por meio ambiente.
2. Conversação sobre o tema.
3. Debate.
4. Leitura e interpretação do texto “Ambiente – Poluição – Destruição”.
5. Caça Palavra – Água na natureza.
6. Dialogar sobre a paisagem modificada pelo homem.
7. Confecção de trabalhos artísticos com sucatas.
8. Conversação sobre reciclagem.
9. Cruzadinha.
10. Continhas de adição, subtração e multiplicação.
11. Apresentação da música “Planeta Azul”.
12. Circular o trecho da música que mais chamou atenção.
13. Expor para o grupo o trecho e porque este chamou atenção.
14. Acróstico da palavra MEIO AMBIENTE.
16. Cartazes feitos pelos alunos com seus comentários e escritas.
17. Recortes de gravuras.
18. Problemas envolvendo operações de adição e subtração.
19. Leitura de texto sobre a dengue.
20. Ditado.
21. Leitura e interpretação do texto “Vamos cuidar do nosso Planeta”.
22. Produção de texto feito pelo aluno.
23. Texto sobre saneamento básico.
24. Leitura e interpretação do texto Protegendo a Natureza.

CULMINÂNCIA:
Exposição dos trabalhos realizados pelos alunos para família e comunidade na Noite Cultural do PROEJA, na escola.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

PROJETO UM - E.M.E.F. GIÁCOMO ZANETTE


E.M.E.F. GIÁCOMO ZANETTE

Prof. Marcia de Souza Sebastião

Turmas: T1 e T2

PROJETO UM

TEMA: Alimentação.

OBJETIVO:
Conscientizar o aluno sobre a importância de uma alimentação para obter uma vida mais saudável.

ATIVIDADES:
1. Relatar sobre os alimentos e a alimentação;
2. Comentar sobre os pratos preferidos dos alunos na sua infância e nos dias atuais;
3. Relatar como eram feitas as receitas pelas mães e que continuam até hoje;
4. Confeccionar cartazes sobre alimentos com comentários e escrita dos alunos;
5. Palestra com uma nutricionista da UNESC.
6. Acróstico da palavra ALIMENTAÇÃO.
7. Alfabeto dos alimento.
8. Bingo dos alimentos.
9. Texto sobre os alimentos e suas vitaminas.
10. Classificação dos alimentos.
11. Cruzadinhas.
12. Trabalhar a escrita: letras, sílabas, palavras.
13. Construção de frases.
14. Letras e símbolos.
15. Substituir símbolos por letras.
16. Texto “Gordura Trans”. O que você sabe?
17. Caça palavras.
18. Problemas envolvendo as operações de adição, subtração e multiplicação.

CULMINÂNCIA;
Confecção coletiva de um livro de receitas de alimentos e chás caseiros.

PROJETO DOIS - E.M.E.I.E.F. CASEMIRO STACHURSKI


E.M.E.I.E.F. CASEMIRO STACHURSKI

Prof. Rosânia Pires Serafim

Turmas: T1 e T2

PROJETO DOIS

TEMA: Que planeta estamos construindo.

OBJETIVO GERAL:
Possibilitar aos alunos uma formação geral para que se identifiquem como parte integrante da natureza e sintam-se efetivamente ligados a ela, percebendo os processos pessoais como elementos fundamentais para a atuação criativa, responsável e respeitosa em relação ao meio ambiente e desenvolvimento.

JUSTIFICATIVA:
O planeta deixou de ser uma preocupação exclusiva da ciência e do movimento ambiental. Hoje a humanidade começa a se conscientizar de que, a crise ambiental é real e seus efeitos são visíveis e irreversíveis. A escola com seus profissionais é parte integrante da sociedade e co-responsável pela sua transformação. Portanto, toda escola deve desenvolver estudos referente as questões ambientais, não somente com o levantamento e estudo da problemática local e global, mas também com a busca de mecanismos que permitem nela atuar. Para viabilizar esta discussão no espaço escolar propomos desenvolver durante o ano letivo de 2008, o tema pedagógico, “O Planeta que Estamos Construindo”, explorando os seguintes assuntos:
Lixo – Reciclagem;
Invasões Biológicas;
Perda da Biodiversidade;
Contaminação dos Alimentos;
Poluição do Ar;
Falta de Água,
Efeito Estufa;
Epidemias;
Desmatamento;
Trânsito.



ATIVIDADES:
1. Pesquisa.
2. Fotos.
3. Entrevistas.
4. Debates e reflexões.
5. Questionários.
6. Conversação.
7. Construção de maquetes.
8. Análise lingüística.
9. Tipologias textuais.
10. Números naturais.
11. Medidas.
12. Estatística.
13. Geometria.
14. Adição e subtração.
15. Dramatização.

AVALIAÇAO:
A avaliação será processual, emancipatória e inclusiva. Procurando identificar o nível de elaboração dos conceitos em cada etapa do trabalho para posterior intervenção, por meio de: observações, registro das atividades propostas, domínio e interesse na execução das mesmas, participação em sala de aula e auto avaliação.

PROJETO UM - E.M.E.I.E.F. CASEMIRO STACHURSKI


E.M.E.I.E.F. CASEMIRO STACHURSKI

Prof. Rosânia Pires Serafim

Turmas: T1 e T2

PROJETO UM

TEMA: A vida que a gente quer, depende daquilo que a gente faz.

OBJETIVO GERAL:
Possibilitar aos alunos uma formação integral na qual possam exercer o papel cidadão e que ao mesmo tempo, resgatem os valores morais, éticos, oportunizando a melhoria da convivência por meio da resposta pessoal e comunitária do ser humano.

JUSTIFICATIVA:

Resgatar os valores morais e solidários perdidos nos caminhos da vida.
Neste pretende-se educar para paz, para os direitos humanos, para a justiça social, para a diversidade cultural, contra preconceitos sociais, contra o racismo e autoritarismo.
Deseja-se educar para formar uma consciência planetária, que se preserve tanto o mundo quanto os seres que habitam este Mundo, sejam eles humanos ou não. E para tanto, é preciso enxergar o universo como um todo, onde tudo se relaciona, e não um aglomerado de partes.
É verdade que o mundo está complicado de mais e que certas horas tudo parece impossível de consertar, e é nesse caos aparente que se pretende investir, por isso, nesse projeto que tem como tema “A VIDA QUE A GENTE QUER, DEPENDE DAQUILO QUE A GENTE FAZ”, buscará ações que visem urgentemente conscientizar nossos alunos que, mais do que tudo, é preciso SER do que TER para poder conviver socialmente, isso fará, com certeza, deste planeta um lugar melhor para as atuais e futuras gerações e com atitudes que perpassem sempre pelo respeito humano acima de tudo.

ATIVIDADES:
1. Pesquisa.
2. Fotos.
3. Entrevistas.
4. Debates e reflexões explorando datas, fotos e local dos acontecimentos, possibilitando aos educandos as várias formas de discutir os temas numa relação de espaço e tempo histórico.
5. Construção da linha do tempo.
6. Questionários.
7. Conversação.
8. Construção de maquetes, explorando os diversos espaços físicos, possibilitando aos educandos as várias formas de discutir os temas numa relação de espaço e tempo.
9. Investigação, análise e registro de dados coletados.
10. Utilização de gráficos, desenhos e tabelas.
11. Relação entre os números (maior, menor, igual e diferente).
12. Sistema de numeração decimal.
13. Composição e leitura de quantidades.
14. Reconhecimento dos números pares e ímpares.
15. Operações de adição e subtração.
16. Resolver situações problemas que envolva as diferentes idéias de adição e subtração.
17. Identificar os termos das diferentes operações.
18. Cálculo mental e resolução de situações problemas.
19. Tipologia textual – unidade temática – seqüência lógica.
20. Paragrafação.
21. Apresentação de texto: título, autor da obra, personagem, vocativo, carta, bilhete, margem, data, assinatura.
22. Direção da escrita.
23. Segmentação entre as palavras.
24. Legibilidade.
25. Ortografia.
26. Sinais gráficos.
27. Maiúscula – minúscula.
28. Sinais de pontuação.
29. Concordância nominal (singular e plural).
30. Concordância verbal (presente, passado e futuro).
31. Argumentação.
32. Elemento coesivo.
33. Leitura.
34. Produção de texto coletivos, individuais, informativos e lúdicos.
35. Teatro.

PROJETO DOIS - E.M.E.I.E.F. JOSÉ CESÁRIO DA SILVA


E.M.E.I.E.F. JOSÉ CESÁRIO DA SILVA

Prof. Darlene Gonçalves da Silva

Turmas: T1 e T2

PROJETO DOIS

TEMA: Cuidado com o meio ambiente.

OBJETIVO:
Reconhecer a importância da preservação do meio ambiente em nossas vidas .

ATIVIDADES:
1. Leitura e interpretação do texto “Lixo”, falando sobre o lixo e aterro sanitário;
2. O tempo e decomposição do lixo que produzimos;
3. Situações problemas envolvendo o tempo de decomposição do lixo que produzimos;
4. Confecção de porta retrato com jornais enrolados, para conscientização de que necessário reciclar;
5. Descobrimos o que é feito do lixo depois da coleta seletiva quando este é reciclado;
6. Após aprender a receita de papel reciclado, confeccionamos cartões com o papel reciclado;
7. Discutimos e fizemos a leitura de alguns textos sobre a poluição.

Obs.: Os anexos do projeto estão no Portfólio entregue as coordenadoras.

CONCLUSÃO:

Concluímos o nosso projeto elaborando propagandas sobre as questões ambientais.
Podemos conhecer melhor o ambiente em que vivemos a compreendemos assim que este precisa ajuda. Que a partir de um pequeno gesto podemos fazer nascer uma grande mudança para termos um planeta melhor. E que além de não destruímos precisamos ainda preservar para ter futuro promissor.

PROJETO UM - E.M.E.I.E.F. JOSÉ CESÁRIO DA SILVA


E.M.E.I.E.F. JOSÉ CESÁRIO DA SILVA

Prof. Darlene Gonçalves da Silva

PROJETO UM

TEMA: A importância de uma alimentação saudável.

OBJETIVO:
Perceber a importância de uma alimentação saudável para ter qualidade de vida .

ATIVIDADES:
1. Leitura e interpretação do texto “A importância de uma alimentação saudável”;
2. Cada aluno levou uma fruta e assim fizemos uma salada de frutas e a partir desta salada iniciamos a discussão sobre as frutas e suas vitaminas, com leitura de alguns textos sobre frutas e verduras;
3. Estudamos a origem dos alimentos e quais são as partes das plantas que comemos;
4. As estratégias explicaram o que são os alimentos transgênicos, e passaram uma atividade de pesquisa em panfletos sobre alimentos transgênicos que costumamos comer no dia-a-dia;
5. Leitura e interpretação do texto “Alimentação e as doenças”;
6. Estudamos os hábitos alimentares de acordo com a cultura das pessoas, religião ou região onde mora;
7. Texto “Dieta do Jô”, fizemos a leitura e discutimos sobre o texto que é muito divertido;
8. Atividades de cruzadinha com os alimentos energéticos e alimentos construtores;
9. Fizemos atividades envolvendo os valores de alimentos de panfletos de supermercados, com pesquisas e situações problemas.

Obs.: Os anexos do projeto estão no Portfólio entregue as coordenadoras.

CONCLUSÃO:

Concluímos o nosso projeto com um texto coletivo.

Texto Coletivo: “Saúde por inteiro”

Devemos aproveitar a vida, fazendo tudo que nos faz bem.
Precisamos também de passeios em lugares diferentes, buscando ter mais contatos com a natureza.
É necessário ter uma boa alimentação, fazer atividades físicas, para ter uma boa saúde.
(Alunos do PROEJA)

Com este projeto percebemos que precisamos nos alimentar bem para ter qualidade de vida. Que precisamos nos conscientizar que algumas coisas que comemos ou deixamos de comer nosso organismo pode sentir falta. E que a atitude de indiferença diante da alimentação pode nos trazer muitos problemas no futuro ou até mesmo no presente.

PROJETO CINCO - E.M.E.I.E.F. JOSÉ CONTIM PORTELLA


E.M.E.I.E.F. JOSÉ CONTIM PORTELLA

Prof. Andréia Gabriel Duarte

Turma: T1

PROJETO DOIS

TEMA: A Terra é a nossa casa, o universo é o nosso endereço.

OBJETIVOS:
Reconhecer e analisar as conseqüências das ações humanas sobre o meio ambiente.
Classificar os diversos tipos de plantas ornamentais, medicinais, frutíferas e conhecer suas utilidades para o homem.
Reconhecer as partes das plantas e suas respectivas funções e seu sistema de respiração.
Reconhecer aspectos característicos dos animais.

DESNVOLVIMENTO (Atividades significativas):
* Abertura: Planeta Azul (Chitãozinho e Xororó);
* Trabalhar a escrita da música;
* Estudo gramatical da letra da música;
* Estudo dos componentes da natureza: ÁGUA, AR, SOLO e SOL;
* Teatro com os componentes da natureza.

AVALIAÇÃO DOS ALUNOS SOBRE O PROJETO
Durante esse projeto podemos perceber o quanto é necessário cuidarmos do ambiente em que vivemos, desde a nossa casa até onde temos acesso.
É importante que desde muito cedo saibamos educar nossos filhos, para que eles tenham também consciência da importância de cuidarmos do que nos foi doado por Deus, e que só nós temos o poder de conservar e preservar o que é nosso.

PROJETO QUATRO - E.M.E.I.E.F. JOSÉ CONTIM PORTELLA


E.M.E.I.E.F. JOSÉ CONTIM PORTELLA

Prof. Andréia Gabriel Duarte

Turma: T1

PROJETO UM

TEMA: Conhecendo a Obesidade.

PROBLEMA: Será que todas as pessoas que são gordinhas são consideradas obesas? Como saber se estamos fora do peso?

SUBTEMAS:
- Conhecer as causas que levam a obesidade.
- Pesquisar as doenças desencadeadas pela obesidade.

OBJETIVOS:
Conhecer o que significa a palavra obesidade.
Pesquisar sobre as doenças que a obesidade desencadeia.
Identificar quando uma pessoa pode ser considerada obesa.
Diferenciar os significados light e dieth.

DESNVOLVIMENTO (Atividades significativas):
* Palestra com uma nutricionista sobre o tema;
* Levar uma balança para a sala de aula, pesar os alunos e calcular io IMC (Índice de Massa Corporal);
* Construção de um caderno de receitas onde cada aluno vai passar uma receita para os demais;
* Confraternização – cada aluno trará um lanche usando uma das receitas que trouxe para o livro.

AVALIAÇÃO DOS ALUNOS SOBRE O PROJETO
Nosso tema foi muito interessante pois aprendemos como cuidar de nossa saúde através da alimentação. E que muitas doenças aparecem no decorrer de nossas vidas, por falta de atenção e cuidados com a alimentação.
Também muito importante não esquecer dos exercícios físicos.

PROJETO UM - E.M.E.F. ADOLFO BACK


E.M.E.F. ADOLFO BACK

Prof. Marília P. Souza

Turma: PROEJA T1 e T2

PROJETO UM

TEMA: Qualidade de Vida.

OBJETIVO:
Através deste projeto, buscaremos compreender o verdadeiro sentido de Qualidade de Vida.

FALA DOS ALUNOS:
“Qualidade de vida não é só cuidar do corpo e ter saúde: é muito mais.”

QUALIDADE DE VIDA É:
“Uma família estruturada...”
Uma família estruturada é uma família unida que tem paz, amor e que sempre estão juntos.
“Amizade...”
Eu acho amizade muito importante. Eu tenho grandes amizades. Amizade é linda.
“Alguém par amar, conversar...”
É muito bom ter um amor verdadeiro e sincero... E também um amigo para conversar sobre assunto da família e dos filhos e sobre trabalho e outros assuntos e nós saímos e conversamos muito e falamos sobre o nosso amor que é verdadeiro.
“Uma boa noite de sono...”
Ter uma boa noite de sono é maravilhoso e muito bom quando a gente pode dormir bem.
“É ter acesso a cultura...”
O teatro é muito bom é uma cultura. Ler um livro é muito bom, a gente conhece muitas coisas. Dançar música gaúcha é bom, a gente se distrai na vida.
“Uma alimentação selecionada...”
Eu procuro comer bastante salada de tomate, faz bem para o coração.
“É saber que nos alimentamos com o que foi cuidado e tratado...”
O boi é um animal muito bem cuidado porque nós consumimos a carne de boi é muito importante pro nosso organismo por isso cuidam bem do animal e dão vacina e cuidam dos bichos pra não chegar perto do animal.
“Uma saúde de qualidade...”
Mais médicos nos hospitais e nos postos.
“Uma cidade bem governada,,,”
Uma cidade onde existe paz no coração do homem.
“Uma cidade limpinha...”
É bom ter coleta de lixo porque a cidade fica mais limpa e gosta quando limpadores e varredores porque fica mais limpa e bonita por isso nós ficamos com ambiente bom sem poluição e não temos muitos mosquitos da dengue.
“Um trabalho honesto...”
Todo trabalho honesto é muito bonito.
Trabalhar ser uma pessoa honesta no trabalho é muito importante para o dia que sair limpo e com amizade com todos.
Eu admiro as mulheres que trabalham no Terminal de Ônibus na limpeza.
Era bom que ninguém tenha vergonha do trabalho que faz com honestidade.
“Escola para todos...”
O PROEJA é importante. Na escola eu estou aprendendo a ler e escrever.
“É poder se comunicar a Km de distância...”
Foi muito bom quando foi criado o aparelho de telefonia porque nos comunicamos com nossos parentes e amigos tudo sobre este aparelhos nós falamos com muitas pessoas.
“É ter um cantinho para falar com Deus...”
Ter um canto é maravilhoso muito bom e ter intimidade com Deus.

Obs.: As falas foram reescritas como os alunos escreveram.

PROJETO DOIS - E.M.E.I.E.F. FILHO DO MINEIRO


E.M.E.I.E.F. FILHO DO MINEIRO

Prof. Claudia Regina Salvaro Jorge

Turma: PROEJA T1 e T2

PROJETO DOIS

Projeto: Aquecimento global. O efeito estufa sufoca o planeta.

TEMA: O efeito estufa sufoca o ar do nosso planeta Terra, devido a era dos combustíveis fósseis.

PROBLEMA:
Estudos científicos e observações diárias cotidianas relacionadas as paisagens do planeta terra, dão como certa a influência das atividades humanas no aumento da temperatura média do planeta, com conseqüências diárias dramáticas para a qualidade de vida, no planeta.
O aumento do efeito estufa é a principal causa do aquecimento global.

JUSTIFICATIVA:
Queremos através deste projeto compreender as causas do efeito estufa, pois sabemos que é um fenômeno causado, principalmente, pela presença de carbono na atmosfera, e que também devido ao metano e o vapor d’água. Para compreendermos melhor nossos estudos, pesquisaremos e leremos e problematizaremos as questões abordadas, procurando diagnosticar possíveis soluções para que nós, enquanto seres vivos, dotados de múltiplas inteligências procuraremos contribuir para fazermos nossa diferença enquanto professor aluno escola comunidade, acreditando
lutar pela qualidade de vida mental e social.

QUESTIONAMENTOS:
- Como se explica esse efeito e por que ele tem aumentado?
- Por que, em nosso estado, Santa Catarina, está sempre aberta, devido aos fenômenos da natureza?

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
- Identificação e categorização de efeito estufa;
- Compreensão como acontece o efeito estufa;
- Percepção dos diferentes modos de vida;
- Conhecer alguns elementos químicos;
- Conhecimento da evolução da historia geográfica na era dos combustíveis fósseis;
- Resoluções de problemas reais/hipotéticos questionando a numerologia.

DISCIPLINAS E/OU CONTEÚDOS:

Geografia:
- Aspectos físicos do planeta Terra/continente;
- Aspectos físicos do Brasil/Santa Catarina ;
- Aspectos físicos de Criciúma/bairro metropolitana;
- Questão ambiental e a vegetação;
- Relevo/hidrografia/clima e paisagem.

Ciências:
- Água como substância, seus estágios perceptíveis de ciclo na natureza;
- Principais combustíveis utilizados pelo homem e o problema do efeito estufa (gases);
- Papéis sociais do homem e da mulher na contribuição da qualidade de vida.

História:
- A vida nas cidades começa a mudar;
- A luta para respirar o ar puro.

Português:
- Tipologia textual: letra de música, textos práticos, informativos, histórias em quadrinhos;
- Individual: Paródia – narrativo – informativo - poético
* leitura e interpretação;
* gramática – necessidade do aluno;
* ortografia;
* sinais de pontuação/acentuação e gráficos;
* concordância verbal e nominal.

Matemática:
- Figuras geométricas: área e perímetro;
- Organização e leitura de tabelas e gráficos;
- Medidas de superfície/relação entre medidas de comprimento: metro, centímetro, milímetro quadrado;
- Exploração de cálculo mental: divisão/multiplicação/adição/subtração com números fracionários .

AVALIAÇÃO
- Processual diagnóstica, onde o aluno interage com o grupo havendo troca de conhecimento.
- Contínua, pois o saber é inacabado.
REFERÊNCIAS
- Proposta Curricular de Santa Catarina
- Apostilas do PROEJA.
- O mundo em movimento (Geografia 4).
- Caderno Pedagógico I e II de Metodologia de Matemática – UDESC.
- Jornal da Manhã.
- Jornal a Tribuna.

PROJETO UM - E.M.E.I.E.F. FILHO DO MINEIRO


E.M.E.I.E.F. FILHO DO MINEIRO

Prof. Claudia Regina Salvaro Jorge

Turma: PROEJA T1 e T2

PROJETO UM

Projeto: As variações climáticas e as estações do ano.
“Clima, efeitos naturais e a influência humana.”

TEMA: Como podemos perceber as variações climáticas na região onde moramos? E como percebemos as mudanças das diferentes estações do ano em nossa região Sul?

PROBLEMA:
Através de observações diárias e cotidianas locais, percebemos as mais diversas variações climáticas subjetivamente acompanhadas das estações do ano. Podemos analisar que algumas vezes as condições do tempo de uma região virem noticia de TV, jornal ou revista, sendo que, às vezes, o mesmo noticiário mostra seca em uma região e inundação em outra.

JUSTIFICATIVA:
Queremos através deste projeto compreender as causas das diferentes condições meteorológicas entre as regiões devido ao fato de que o mesmo local apresenta variações climáticas diferentes no decorrer do ano, pois as condições climáticas podem ser muito variadas dependendo do local considerado e sofrem influência, entre outros fatores do relevo da região, da altitude e da proximidade do mar.
A ocorrência dos períodos mais secos ou mais chuvosos, mais frios ou mais quentes, está relacionada às estações do ano e as variações climáticas do Planeta Terra.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
- Compreensão do movimento de rotação e translação da Terra;
- Compreensão da ocorrência das estações do ano;
- Compreensão da influência das estações do ano sobre os seres humanos vivos: migrações;
- Percepção dos diferentes modos de vida e necessidades dos seres humanos decorrentes do clima de cada região;
- Conhecer a história e origem de nosso calendário – relógio;
- Explicação da formação dos dias e das noites, estabelecendo as medidas de tempo e suas respectivas unidades;
- Valorização do conhecimento humano histórico e das observações como fonte de informação e entendimento.

DISCIPLINAS E/OU CONTEÚDOS:

História:
- Conhecimento da história e origem do nosso calendário – relógio;
- História e formação dos dias e noites;
- Valorização do conhecimento histórico e das observações feitas pelos alunos como fonte de pesquisa e conhecimento.

Português:
- Textos diversos, leitura e interpretação:
*poesia;
*música;
*informativos;
- Verbos / presente / passado / futuro;
- Substantivo derivado / composto e coletivo;
- Gramática e ortografia: variáveis conforme a necessidade do grupo.

Geografia:
- Duração do dia e noite;
- Quem foi Giodno Bruno;
- Movimento de translação e rotação;
- Fases da Lua / quatro estações / clima.

Matemática:
- Quatro operações;
- Medidas de tempo;
- Resolucões de problemas reais e hipotéticos.

PROJETO DOIS - E.M.E.I.E.F. HONÓRIO DAL TOÉ


E.M.E.I.E.F. HONÓRIO DAL TOÉ

Prof. Daniela Piovesan Amandio

PROJETO DOIS

TEMA: Meio ambiente.

OBJETIVOS:
Despertar a conscientização sobre a importância da preservação do meio ambiente em que vivemos.
Construir conceito sobre “Meio Ambiente”.
Perceber que alguns recursos naturais são renováveis e outros não.
Discutir sobre a importância do controle do uso da água para a manutenção da vida no planeta.
Permitir uma reflexão sobre a produção do lixo em nosso bairro.

JUSTIFICATIVA:
O tema Meio Ambiente foi escolhido devido a grande poluição do ar, do rio e terrenos baldios existentes em nosso bairro, e que causa sérios problemas respiratórios, entre outros, colocando em risco a saúde de todos.
Grande parte da poluição ambiental é causada pelo lixo que é deixado por todo o lado pelo homem, que não tem consciência do mal que este ato traz.

ATIVIDADES:
1. Através de gravuras, escrever sobre o que entende sobre o tema.
2. Confecção de cartazes com as gravuras e frases.
3. Produção de textos coletivos.
4. Montar frases com o alfabeto móvel.
5. Ditado.
6. Pesquisa de gravuras sobre: ambientes naturais e ambientes transformados pelo homem.
7. Entrevistas.
8. Fazer um quadro sobre os pontos positivos e negativos da influência do homem no meio ambiente.
9. Produzir um cartaz sobre ambientes naturais e ambientes transformados pelo homem.
10. Trabalho em grupo sobre: recursos naturais, recursos renováveis e recursos não renováveis.
11. Gramática.
12. Plural.
13. Acrósticos.
14. Trabalhar a música “Planeta Azul”.
15. Formar frases.

PROJETO UM, - E.M.E.I.E.F. HONÓRIO DAL TOÉ



E.M.E.I.E.F. HONÓRIO DAL TOÉ

Prof. Daniela Piovesan Amandio

PROJETO UM

TEMA: Ler e escrever para vida.

OBJETIVOS:
Propiciar a leitura coletiva da produção textual.
Identificar na escrita das palavras os sons das letras.
Perceber a importância da leitura e da escrita em nossa vida.
Oportunizar a compreensão dos significados das palavras.
Incentivar o hábito da leitura, em todos os momentos, seja em casa, na escola ou no trabalho.

JUSTIFICATIVA:
Escolhemos este tema a fim de promover um processo de alfabetização amplo, no qual ler e escrever sejam compreendidos com práticas que envolvem uma dimensão pessoal, lúdica e prazerosa que estão relacionadas entre si e, fruto de um processo longo, difícil e extremamente enriquecedor.
Estimular o prazer da leitura não é algo aleatório de ensinar a ler e escrever.
Queremos saber como as pessoas que sabem ler e escrever vivem nessa sociedade avançada e querendo também fazer parte da mesma, a partir do momento que vamos pesquisar e trabalhar juntos para que aconteça a leitura e a escrita na sala de aula, estamos conscientes de que vamos conseguir alcançar a nossa meta.

ATIVIDADES:
1. Jogo da memória.
2. Exploração de numerais, quantidades.
3. Alfabeto móvel.
4. Interpretação de textos.
5. Alfabeto maiúsculo minúsculo.
6. Alfabeto cursivo e alfabeto de imprensa.
7. Ditado.
8. Recorte de panfletos de mercado para realizar adição.
9. Problemas Matemáticos.
10. Trabalhar as iniciais das palavras no rótulos.
11. Jogo dos sete erros.
12. Bingo da multiplicação.
13. Cruzadinhas.
14. Tabuada.
15. Livro do ABC da vida.
16. Versos e rimas com meu nome.
17. Textos enigmáticos.
18. Recortes e colagens com revistas.
19. Loteria, marcando com um X na coluna certa.
20. Jogo do STOP.
21. Formação de frases.
22. Formação de palavras.
23. Textos coletivos.
24. Leitura coletiva e individual.
25. Bichinho do nome.
26. Caça-palavras.

PROJETO DOIS - E.M.E.I.E.F. PROF. FRANCISCO SKRABISKI


E.M.E.I.E.F. PROF. FRANCISCO SKRABISKI

Prof. Sandra Helena Bernardo da Silva

PROJETO DOIS

TEMA: Viagem na cultura de um povo.

OBJETIVO:
Reconhecer que todos somos sujeitos e produtos da história cultural.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
Conhecer a história dos primeiros povos que fundaram Criciúma.
Reconhecer aspectos da cultura catarinense presentes no dia-a-dia do, nas festas, brincadeiras, alimentações e remédios caseiros.
Respeitar à diversidade étnico cultural de cada grupo.
Reconhecer a importância dos diferentes povos que construíram a cultura de Criciúma.
Pesquisar sobre esses povos, seus costumes e tradições.
Confeccionar cartazes sobre as ervas utilizadas nas famílias de cada aluno.
Conhecer que alguns alimentos que gostamos, veio de outros lugares.
Ilustrar o mapa das regiões com produtos agrícolas ali cultivados.
Despertar o interesse dos alunos por hábitos alimentares saudáveis e econômicos.

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS:
1. Abertura do Projeto: Mensagem “Pessoas são presentes”.
2. Auto-retrato do aluno.
3. Acróstico com o nome do aluno.
4. Leitura de textos referentes ao município de Criciúma.
5. Produção de textos sobre o tema FAMÍLIA.
6. Hábitos e costumes – registro do aluno sobre os temas.
7. Leitura de textos sobre ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL.
8. Recorte e colagem.
9. Sistema monetário.
10. Receitas das famílias.
11. Nutrientes em nossa vida.
12. Sistema digestório.
13. Adivinhas.

PROJETO UM - E.M.E.I.E.F. PROF. FRANCISCO SKRABISKI


E.M.E.I.E.F. PROF. FRANCISCO SKRABISKI

Prof. Sandra Helena Bernardo da Silva

PROJETO UM

TEMA: Educação ambiental de forma reflexiva e transformadora.

OBJETIVO:
Possibilitar aos educandos uma educação ambiental, que visa a formação do cidadão agente de transformação da realidade em que vive, adotando posturas que levem a interações construtivas, justas e ambientalmente sustentáveis.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
Despertar nos alunos através de fotos a preocupação com meio ambiente.
Perceber que o ser humano utiliza os recursos naturais para satisfazer as suas necessidades.
Compreender que os problemas ambientais interferem na qualidade de vida e provocam doenças.
Relacionar o consumismo de nossa época com a degradação ambiental.
Valorizar os meios de reaproveitamento de materiais recicláveis e outras destinações do lixo.
Incentivar o trabalho em grupo, sendo capaz da ação crítica e cooperativa para a construção coletiva do conhecimento.
Avaliar criticamente a propaganda que estimula o consumismo.
Valorizar atitudes e comportamentos favoráveis a saúde.

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS:
1. O projeto iniciou-se com os alunos desenhando os que eles vêem de feio e de bonito no meio ambiente.
2. Conversação sobre o tema;
3. Bingo Ilustrado;
4. Texto coletivo;
5. Confecção de mural com imagens;
6. Alfabeto com palavras referentes ao meio ambiente;
7. Palavras referentes ao tema;
8. Cartazes sobre a economia de água;
9. Trabalhando o tema “meio ambiente e situações matemáticas;
10. Palestra sobre doenças que vem do lixo com a enfermeira Graça Ramos;
11. A água em nosso organismo;
12. Outras atividades.

PROJETO TRÊS - E.M.E.I.E.F. JOSÉ CONTIM PORTELLA


E.M.E.I.E.F. JOSÉ CONTIM PORTELLA

Prof. Patrícia Sibele Sezara de Souza

PROJETO TRÊS

TEMA: Conhecendo e localizando onde moro.

OBJETIVO:
Conhecer um pouco da história do município de Criciúma, sua cultura e localizar-se no planeta.

JUSTICATIVA:
Com intenção de fazer o ser humano entender que também faz parte do meio ambiente, vamos compreender um pouco da história do nosso município e ampliar para o mundo, percebendo as diferenças e valorizando a história de cada um.

SUGESTÕES DE ATIVIDADES:
1. Produção de textos a partir de gravuras.
2. Cartazes;
3. Pesquisa em livros feitos na biblioteca;
4. Questionários;
5. Confecção de livro;
6. Jogo da Memória;
7. Estudo do calendário verificando o tempo;
8. Interpretando imagens e fotografias;
9. Outras atividades.

PROJETO DOIS - E.M.E.I.E.F. JOSÉ CONTIM PORTELLA


E.M.E.I.E.F. JOSÉ CONTIM PORTELLA

Prof. Patrícia Sibele Sezara de Souza

PROJETO DOIS

TEMA: Nosso lixo é uma riqueza

OBJETIVO:
Conscientizar o ser humano a importância de preservar, reinventar e reutilizar e, que é possível, sim, mudar nossas atitudes.

JUSTICATIVA:
Numa pesquisa e observação feita em sala de aula, desta mesma escola, e partindo da curiosidade e interesse dos alunos, fica claro que se faz necessário trabalhar questões voltadas ao meio ambiente. Pois é o próprio homem que transforma a natureza, e tudo que está acontecendo no mundo é reflexo do que o homem causa no planeta. É preciso conscientizar o ser humano. E partindo desta idéia, procurarei trabalhar temas atuais que possam contribuir com mudanças das atitudes dos homens.

SUGESTÕES DE ATIVIDADES:
1. Criando e reinventando materiais com sucatas;
2. Produção de textos a partir de gravuras;
3. Cartazes;
4. Construção do livro dos objetivos;
5. Amigo secreto;
6. Outras atividades;
7. Fotos.

PROJETO UM - E.M.E.I.E.F. JOSÉ CONTIM PORTELLA


E.M.E.I.E.F. JOSÉ CONTIM PORTELLA

Prof. Patrícia Sibele Sezara de Souza

PROJETO UM

TEMA: Homem/natureza – uma relação de equilíbrio.

OBJETIVO:
Conscientizar o ser humano sobre sua responsabilidade com o ambiente onde vive.

JUSTICATIVA:
Numa pesquisa e observação feita em sala de aula, desta mesma escola, e partindo da curiosidade e interesse dos alunos, fica claro que se faz necessário trabalhar questões voltadas ao meio ambiente. Pois é o próprio homem que transforma a natureza, e tudo que está acontecendo no mundo é reflexo do que o homem causa no planeta. É preciso conscientizar o ser humano. E partindo desta idéia, procurarei trabalhar temas atuais que possam contribuir com mudanças das atitudes dos homens.

SUGESTÕES DE ATIVIDADES:
1. Confecção de livros sobre o tema proposto;
2. Criar versos e rimas a partir de palavras relacionadas a natureza;
3. Acróstico do meio ambiente;
4. Brincadeira do Stop, com nomes de animais/frutas/cidades;
5. Murais com produções textuais feitas pelos alunos;
6. Produção de cartun;
7. Com a história do tangran produzir gravuras voltadas ao que faz parte
do ambiente;
8. Pintando paisagens voltadas ao meio ambiente/fotos;
9. Produção de textos a partir de gravuras;
10. Mensagem codificada, troca entre alunos para adivinharem o que foi
Produzido pelos colegas;
11. Teatro com os quatro elementos da natureza;
12. Correspondência – troca de cartas, valorizando a amizade, preocupação
com a natureza, etc...
13. Construção da linha do tempo. Vida pessoal, sobre o planeta.
14. Trabalhar a música do Planeta Azul, fazendo a interpretação e colagem
de gravuras.

RELATÓRIO DE ATIVIDADES PROEJA/2008


O Programa de Educação de Jovens e Adultos – PROEJA, da Rede Municipal de Educação - Criciúma,através da sua coordenação pedagógica, desenvolveu juntos as Totalidades T1/T2/T3/T4, no ano letivo de 2008, as seguintes atividades:

• Estudo da Proposta Curricular da Rede Municipal de Criciúma/2008 (nas sextas-feiras/na Casa do Professor);

• Troca de Experiências – entre os professores (nas sextas-feiras/na Casa do Professor);

• Visitas as escolas onde estavam em funcionamento as Totalidades;

• Desenvolvimento de quatro (04) ou mais PROJETOS durante o ano letivo nas Totalidades;

• Viagens de Estudo;

• Múltiplas Inteligências;

• Formação: História da África (Prof. Iolanda / Prof. Eliane);

• Formação: Geografia da África (Prof. Anita);

• Formação: Literatura da África (Prof. Geórgia);

• Formação: Arte Contemporânea ( Prof. Bárbara);

• Formação: Gênero e Raça (Prof. Geórgia);

• Noite Cultural PROEJA (na escola);
RESULTADOS DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

Todo processo foi desenvolvido com acompanhamento da coordenação pedagógica. As atividades sempre foram desenvolvidas e socializadas com o grupo.

No PROEJA, verificou-se, de forma geral, existir articulação das diferentes áreas curriculares, com as atividades realizadas no ano letivo.
Os temas abordados nos projetos das Totalidades evidenciaram: o meio ambiente, a alimentação, a saúde, o espaço geográfico local e a cultura regional. Ressalvando uma ou outra situação, não foi evidenciada preocupação com a articulação entre as componentes do currículo, sendo estas trabalhadas de forma compartimentada.

No desenvolvimento das competências de aprendizagem, as atividades observadas espelham que são valorizadas, de forma clara e objetiva, as diferentes áreas de conteúdo, na educação de jovens e adultos, evidenciando-se a Língua Portuguesa e a Matemática, na sua dimensão de transversalidade, em todas as Totalidades.

Verificou-se existir valorização da comunicação oral em contextos diversificados, tendo sido observada diversidade de registos escritos, assim como de oportunidades com vista ao desenvolvimento do gosto pela leitura, considerando, com recorrência, as vivências dos próprios alunos.

No que concerne a Totalidade T1 (alfabetização e letramento), a prática da leitura e escrita tem uma função predominantemente avaliativa, através de atividades lúdicas.

Nas Totalidades T1/T2, é evidente a atenção dada, as propostas de atividades: na área de expressão e comunicação, designadamente no domínio da linguagem e abordagem à escrita, com recurso às iniciativas dos alunos; no domínio da Matemática, proporcionando atividades de desenvolvimento do raciocínio lógico, construção da noção de número e correspondência entre quantidade e a respectiva representação, bem como a repetição seqüênciada de numerais. São ainda valorizadas as áreas de expressão plástica, motora e musical, concretizando diferentes formas de linguagem.

Os trabalhos de casa ou são continuidade da atividade não concluída na sala de aula, ou resumem-se a atividades consideradas rotineiras ou ainda repetição do que é feito na sala de aula.

As Totalidades, utilizam diversificados materiais quando realizam suas atividades.Foram utilizados materiais de sucata para trabalhar os temas dos projetos.

Na sala de aula, verificou-se pouco material exposto pois a escola só reserva espaço para os alunos do período diurno.

Os suportes utilizados nas propostas de atividades apresentadas aos alunos é bem diversificada em algumas das Totalidades, pois isto depende muito da criatividade do/a professor/a.

De um modo geral, são devidamente valorizados, na sala de aula, revistas, jornais, enciclopédias, obras de referência e e materiais de sucata.

O espaço horizontal (as carteiras) não está organizado de forma a proporcionar trabalho independente, salvaguardando-se uma ou outra situação.

O espaço vertical (as paredes) nem sempre apresenta a exposição de forma equilibrada de trabalhos realizados pelos alunos, verificando-se em determinados espaços que estes estão desatualizados.

A ação pedagógica do docente evidencia, na monitorização das aprendizagens, privilegiar o grande grupo/turma, em detrimento da especificidade de cada aluno.

As atividades do domínio sócio-afetivo merecem a atenção docente, valorizando os comportamentos pessoais, sociais e emocionais dos alunos, sendo que, salvaguardando uma ou outra excepção, o reforço sócio-afetivo e a valorização das produções dos alunos começam a ser uma prática freqüente, nas turmas de PROEJA.
A prática pedagógica não contempla a educação especial, embora alguns educadores preocupem-se em auxiliar estes alunos outros não demonstram nenhum interesse a esta proposta que se adentra ao PROEJA de forma gradativa.

Os projetos se integram as necessidades do grupo/turma, a identificação dos seus problemas/dificuldades e definição de prioridades e de competências. Em algumas Totalidades o educador tem dificuldade junto com o grupo/turma,para identificação dos problemas/dificuldades para se elaborar um projeto.

Cada Totalidade pode trabalhar no mínimo com quatro (o4) projetos durante o ano, sendo que no decorrer do processo ele poderá ser reformulado pelo grupo, caso haja necessidade.

No PROEJA, a avaliação teve como base todos os trabalhos elaborados pelas crianças, individuais e coletivos.

Os docentes utilizaram uma linguagem descritiva, formativa e positiva nas avaliações realizadas por período letivo, “ficha de informação trimestral/registro das aprendizagens”.

O professor do PROEJA recebeu, em 2008, alunos do semi-liberdade e do CIP, sendo que na maioria dos casos o professor não teve acompanhamento dos responsáveis por eeses adolescentes infratores.

Concluindo, foi um ano positivo para o PROEJA, mesmo tendo poucos recurso para desenvolver sua prática pedagógica.

Prof. Especilista Anita A. Martins
Ano: 2008

EU PROFESSOR/EU PESSOA - QUAL MINHA MELHOR HABILIDADE? E AS HABILIDADES DO MEU ALUNO?


Segundo Gardner, o propósito da escola deveria ser o de desenvolver as inteligências e ajudar as pessoas a atingirem objetivos de ocupação e passa-tempo adequados ao seu aspecto particular de inteligências. As pessoas que são ajudadas a fazer isso, acredito, se sentem mais engajadas e competentes e, portanto, mais inclinadas a servirem à sociedade de uma maneira construtiva.
“Qual a minha melhor habilidade? Neste momento estou utilizando esta habilidade no meu dia-a-dia? Ou ela está lá esquecida ou esperando que se dê uma oportunidade para se manifestar? Quem foi o responsável pela sua não manifestação? A família?A escola?O grupo?(...). O que a enclausurou lá no fundo do meu ser? O medo? A falta de oportunidade? A negação da sua importância para minha vida? Por que a escola não me deu oportunidade de trabalhar com esta habilidade? Por que não me sinto uma pessoa realizada? O que eu gostaria de fazer na minha vida e ainda não fiz? Isto está me fazendo falta? E em meus alunos, como vejo suas habilidades? Sei o que eles esperam da escola e da minha pessoa enquanto educador?”
Gardner classificou, a princípio sete tipos de inteligências: cinestésica-corporal, musical, viso-espacial, lingüística, lógico-matemática, intrapessoal e interpessoal. Atualmente, estão sendo pesquisadas mais cinco inteligências: naturalista, existencial/transcedental ou espiritual, energética ou intuitiva, emocional, prática e co-criativa. Você é um educador que considera, em seus alunos, somente as inteligências que a escola tradicional sempre valorizou ou todas as inteligências lhe são importantes?
Você sabe em qual inteligência seu aluno se destaca? E você se já percebeu qual a inteligência é mais significativa para sua vida?
O que você sente quando sua Inteligência se manifesta, isto é, está em ação? Que sentido ela dá a sua existência?

Texto/Reflexão
Organizadora: Coord. Pedagógica do PROEJA -
Prof.Especilista Anita Aparecida Martins
Ano: 2008

IDENTIDADE NEGRA


E foi assim, que o homem se descobriu como homem de identidade negra...
De sua negritude nasceu:
Os continentes...
Os vales...
O ar...
O sol...
A chuva...
E as estrelas, que bailam juntas as tempestades...
Porém o clã, não se contentou e quis aprisionar:
Sua fala...
Sua garra...
Seus valores...
Seus costumes e seus amores.
Cadê sua integridade negreira? Há contradição quando falam da civilização!
“Deus é nossa imagem e semelhança”.
Querem tirar nossa esperança...
Mas eu sei, Deus também e negreiro, de alma africana. Entende sua mão, para que nossa luta continue por estratégias políticas de mobilização social, fortalecendo as expressões de nossa etnicidade racial...
Por toda angolanidade nunca deixaremos de cultivar as sementes da mais pura exuberância que vai além do processo renascentista...
...que se fez a cada amanhecer, na terra da Mãe África.

(Claudia Regina Salvaro Jorge / 2008)